Social

São Francisco do MA debate o fortalecimento do SUAS durante a 7ª Conferência Municipal Publicada em 11/08/2017 21:52:27

São Francisco do Maranhão teve hoje o seu segundo dia de Conferências Municipais. Nesta sexta-feira (11) foi a vez da 7ª Conferência de Assistência Social, que trouxe o firme objetivo de fortalecer as ações do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Na manhã dessa quinta-feira, houve a Conferência Municipal de Saúde.

O prefeito Adelbarto Santos, abriu oficialmente a Conferência às 9h50; em seguida, uma palestra com o tema ‘Garantia de Direito no Fortalecimento do SUAS’, foi apresentada pela assessora técnica da Assistência Social, Juliana Salazar, que explanou sobre a importância da conferência e da adoção de políticas públicas no município.

“O direito adquirido precisa ser garantido por todas as esferas de governo, fortalecendo esses momentos de discussão. Esta conferência é uma oportunidade para que as pessoas conheçam os seus direitos, esse é um ponto de partida de grande valia, que ganha força com o fortalecimento das políticas públicas. A importância dessas discussões precisa chegar não só à população, mas ao poder público em todas as esferas”, disse a palestrante.

A 7ª Conferência de Assistência Social, realizada no Iate Clube, apresentou quatro eixos para discussão, como também os grupos de trabalho. Ao final, foi feita a explanação dos relatórios das oficinas e a deliberação de propostas para o relatório final, como também a eleição de delegados para a Conferência Estadual, ainda sem data definida.

As oficinas foram realizadas debatendo no primeiro eixo a proteção social e o princípio da equidade; no segundo eixo, gestão democrática e controle social; já no terceiro, as discussões giraram em torno de seguranças socioassistenciais, serviços, benefícios e transferência de renda; e no quarto e último eixo, gestão de compromissos e corresponsabilidade dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

“Nós não precisamos de conformidade, mas de unidade. Esta conferência é uma necessidade do povo se juntar aos seus governantes para pensarem no que trata a Assistência Social objetivando modificar o que não está bom”, disse a pastora Tânia Sobreira, convidada da conferência.

Participaram do evento, assessores da atual administração, vereadores, pastores e a sociedade civil.

Mais em Social


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!